Guia completo Bali – o que fazer e aonde ficar

Bali.. O paraíso dos surfistas, dos templos e da cultura hindú. Destino cobiçado entre os mochileiros assim como por casais e é até bastante cotado para viagens de lua de mel. Extremamente diversificada e DOIDA. Sim, Bali é uma loucura. No início assusta. Porém, não da pra negar que deixa saudades! Bali é uma ilha bem grande e a principal dúvida das pessoas que planejam viajar para lá é: aonde ficar? O que fazer em Bali? Vamos lá ao que interessa!

 

Aonde ficar em Bali?

Na minha opinião o mehor a se fazer é se hospedar em regiões diferentes e não ficar em um só lugar a viagem toda. As regiões que eu recomendo são: Uluwatu, Seminyak, Canggu e Ubud. FUJA de Kuta e Legian, achei duas regiões horríveis, não voltaria jamais.

 

Leia também: quanto custa viajar para Indonésia e Camboja

 

O que fazer em Uluwatu

  • Praia de Uluwatu – a praia é linda mas dependendo da época do ano ela “desaparece” fica só mar, só rola pra surfista mesmo. Em dezembro quando eu fui nao tinha nem 1 centímetro de faixa de areia.
  • Single Fin – o bar mais legal de Bali e com a melhor vista de pôr do sol também. As pessoas começam a chegar a tarde e depois do pôr do sol começa a “balada” com dj.
  • Templo de Uluwatu – infelizmente não fui mas me arrependi muito, não perca a oportunidade se você for pra lá.
  • Blu Point Resort Spa – aonde tem a famosa piscina de borda infinita, que o mar parece uma continuação dela, e não precisa se hospedar lá pra desfrutar desse pequeno paraíso, basta comprar o pacote almoço + dia na piscina
  • Bingin Beach – fica bem próximo de Uluwatu
  • Padang Padang Beach – fica do ladinho da praia de Uluwatu. A praia é bem bonita mas lotada. Por causa da época que eu fui a faixa de areia estava bem pequena, não dava pra se mexer na praia. Aconselho ir bem cedo pra não pegar ela tão lotada.

 

Uluwatu Beach

Bingin Beach

Blue Point

Blue Point

Single Fin - Bali

Single Fin – Bali

 

O que fazer em Seminyak

Amei, amei, amei essa região. É bem “cool” e um pouco mais cara também. Muita loja de marca e etc. A praia não é bonita, por isso tem tantos beach clubs a beira mar, a galera fica na piscina mesmo rs. Me hospedei num hostel chamado Capsule Hotel Semyniak e sou suspeita pra falar porque lá, fiz uma família. Minha experiência foi incrível nesse lugar. O hostel em si também é muito bom.

  • Ku De Tah – é um beach club á beira mar com piscina e espreguiçadeiras. A entrada é free mas para ficar lá o dia inteiro nas mesas ou  espreguiçadeiras é necessário consumir algo, nem que seja uma água.
  • Finns Beach Club – é mais “chique” que o Ku De Tah, tem dj o dia inteiro, bar dentro da piscina e etc. Mesmo esquema, entrada free.
  • La Favela – a famosa balada de Seminyak. Pra começar amei o nome rs. É bem legal e badalada a entrada também é free.

 

Ku De Tah

 

O que fazer em Canggu

Quando fiquei lá, era minha última semana e não fiz muita coisa, estava já deitada na BR sem dinheiro e cansada rs.

  • Praia de Canggu – não é tão bonita mas vale a pena conhecer, se você surfa é um ótimo lugar
  • Old Man’s – um bar muuuuito legal, meio ao ar livre, música boa, gente bonita, tudo de bom sério.

 

O que fazer em Ubud

Ubud não tem praia, é conhecida pelas suas enormes plantações de arroz e templos. É uma cidade bem religiosa a vibe é diferente. Mas é loucura! Muito cheia. Em geral tem hostels bem bons e a grande maioria tem piscina e é uma das regiões mais baratas de acomodação.

  • Andar pela cidade – sim, tem muita lojinha, muita feirinha, muita coisa legal pra se ver em todo canto
  • Plantações de arroz – porque eu fiquei doente não pude ir mas pelas fotos dos meus amigos vale muito a pena conhecer!
  • Cachoeiras – também não pude ir porque fiquei doente, fiquei muito triste porque eu queria muito ter conhecido as cachoeiras de lá
  • Pura Tirta Empul – o templo das águas sagradas. É um lugar muito especial! É conhecida por ser o templo das águas sagradas porque tem uma “piscina” de água natural com várias “torneiras” na verdade são quedas d’água. Tudo natural. Cada uma delas representa um aspecto da vida. As pessoas entram nessa piscina em fila e em cada queda d’água fazem uma oração pedindo ou agradecendo algo referente ao que aquela queda representa e depois coloca a cabeça debaixo da queda d’água. Antes disso tem todo um ritual que eles fazem oferenda, meditam, etc. Como não tenho conhecimento sobre isso, entrei para fazer oração de agradecimento apenas. Foi muito especial mesmo! É necessário alugar um sarong, tipo uma canga que amarra na cintura e se for entrar na água precisa de uma outra vestimenta especial.
  • Monkey forest – a floresta dos macacos, NÃO VÁ. Fui e me arrependi muito. Não porque fui mordida por um macaco mas sim porque é um lugar horrível que os macacos ficam extremamente estressados com a quantidade de turista. Aliás tem muito mais turista do que macaco lá dentro.

 

 

Pura Tirta Empul

Pura Tirta Empul

 

Dicas extras para fazer em Bali

Visite Nusa Dua beach, é uma praia bem bonita e tranquila. Fica em uma parte mais rica de Bali e mais família, foge daquela loucura toda. Faça massagem, em todo o lugar, literalmente a cada 5 passos vai ter algum spa ou alguém berrando “MASSAAAAAAAAGE”. Custa em média 5 dólares a hora da massagem. Hostels em Bali tem sempre bar dentro, sempre rola happy hour e interação da galera, fiquei em hostel 🙂

Agora você está preparadíssimo para fazer uma viagem incrível em Bali <3

Adquira gratuitamente um guia grátis com dicas imperdíveis para fazer da sua viagem solo a melhor experiência da sua vida!

 

Pâmela Vicente

Pâmela, aos 20 embarcou pra uma viagem que mudaria sua vida pra sempre. Conheceu o mundo lá fora e não parou mais. Se descobriu. Descobriu que é possível ser feliz 7 dias por semana ainda que a vida seja uma loucura. Quer compartilhar tudo o que vê e vive. Espera que compartilhando, inspire outras pessoas a serem felizes 7 dias por semana.

Website: https://www.instagram.com/pamvicentee/